Social Icons

loading...

domingo, 21 de setembro de 2014

Mulher do Antigo Egito é descoberta com 70 extensões de cabelo

Mais de 3.300 anos atrás, em uma cidade recém-construída no Egito, uma mulher com um penteado incrivelmente elaborado de 70 extensões de cabelo longos foi colocada para descansar.
Ela não estava mumificada e seu corpo simplesmente estava envolvido em um tapete. Quando os arqueólogos tiraram o tapete, eles descobriram que ela usava “um penteado muito complexo, com cerca de 70 extensões presas em diferentes camadas e alturas na cabeça”, escreve Jolanda Bos, arqueóloga que trabalha no Projeto Amarna, em um artigo publicado recentemente no Journal of Egyptian Archaeology.

Os investigadores não sabem o seu nome, idade ou profissão, mas ela é uma das centenas de pessoas, incluindo muitas outras cujos penteados ainda estão intactos, que foram enterradas em um cemitério perto de uma antiga cidade hoje chamada Amarna.

Esta cidade foi construída como uma nova capital do Egito por Akhenaton (reinado entre 1353-1335 aC), um faraó que desencadeou uma revolução religiosa que colocou Aton, uma divindade com a forma de um disco solar, na supremacia na religião egípcia. Akhenaton ordenou que Amarna fosse construída no deserto e que as imagens de alguns dos outros deuses do Egito fossem destruídas. Amarna foi abandonada logo após a morte de Akhenaton, e os arqueólogos hoje estão investigando todos os aspectos da antiga cidade, incluindo os penteados que seu povo usava.

Bos está liderando a pesquisa, e a mulher com 70 extensões de cabelo a deixou intrigada.

“O cabelo foi provavelmente moldado após a morte. Também é provável, no entanto, que esses penteados foram utilizados na vida cotidiana, e que as pessoas em Amarna usavam extensões de cabelo em sua vida diária.”

Esses crânios com cabelo castanho muitas vezes tinham anéis ou espirais em torno de suas orelhas, um estilo que era popular em Amarna, ela descobriu. Por que as pessoas nesta cidade gostavam disso é desconhecido. “Nós ainda não temos ideia. Esta é, naturalmente, uma das respostas que ainda estamos tentando encontrar a partir dos registros”, disse Bos.

As pessoas da cidade também pareciam gostar de tranças. “Todas as tranças encontradas nos penteados eram simples e de três vertentes, geralmente com 1 cm de largura”, Bos escreve no artigo da revista.

Pessoas em Amarna também gostavam de manter o cabelo curto. “Tranças não tinham muitas vezes mais do que 20 cm de comprimento, deixando o cabelo na altura dos ombros, aproximadamente,” Bos acrescentou. “O cabelo mais longo que foi encontrado consistia de extensões de várias camadas com um comprimento de aproximadamente 30 cm”.

Gordura foi usada para ajudar a criar todos os penteados que Bos encontrou, algo que teria ajudado a preservar o cabelo depois da morte. Mais pesquisas são necessárias para determinar se a gordura era de animais. 

Um comentário :

...



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

Agregadores

Agregador de Links - Madruga Links
Piadas Idiotas - São idiotas mas o faz rir
Seus links em um só lugar!